segunda-feira, 20 de novembro de 2017

A humanidade é negra






NA PÁTRIA
DO RACISMO OCULTO

20 de novembro – CONSCIENCIA NEGRA











IMPRESSIONA-ME como as questões raciais tomam corpo a cada dia. E como cada vez mais pessoas acham natural não verem diversidade de peles no congresso, senado, nas policias, igrejas. Não ver diversidade nos shoppings, nas torcidas nos estádios, nos shows. Não estranham de não verem cantores sertanejos não brancos, médicos, dentistas, advogados. Não nos vemos na televisão, comerciais, ônibus de empresas.

Fica a pergunta no ar, onde estão os negros? Afinal onde se escondem mais da metade da população? Aliás, uma população que só cresce, a ponto de daqui trinta anos ser mais de setenta por cento da população.

E ai, o que esse pais racista, preconceituoso, covarde e violento vai fazer? Se a política de extermínio patrocinada e armada pelo estado – através de suas policias violentas e preconceituosas, não der certo? Se os não brancos desse país se conscientizarem que os brancos corruptos estão numa guerra aberta, furtando horrores para não promover o progresso, e resolverem não votar em brancos, o que aconteceria? Sendo maioria isso pode acontecer e à medida que mais pais colocam seus filhos nas escolas, mais jovens sairão formados e poderão fazer a diferença. 

Nesse momento, quando mais não brancos se formarem e se colocarem no mercado de trabalho, a riqueza começa a trocar de mãos, os reais conflitos vão aparecer e teremos que enfrentar essa guerra. Medidas devem ser tomadas agora e vemos mudanças acontecendo, porque queremos a paz, há recursos e espaço para todos – a diversidade, e não a exclusão, sempre.

Há em curso uma política de segregação extremamente violenta no Brasil. Há uma negação forte de nossa presença e esse descaso do SUS, da corrupção em todas as frentes, essa situação de quase salve-se quem puder, é o fim da acomodação da Casa Grande em relação a Senzala. O pacto de 1888 se esgota, queremos como nação e como povo, recomeçar ou será a destruição.